Em Junho, seguiremos com um evento conjunto, em parceria com o time do CreativeMornings Porto Alegre! E chegou a hora de conhecer quem irá conduzir o nosso mergulho no #CMInsecure:

Foto por Vitória Proença

Nosso palestrante do mês é o ZUDIZILLA:

Rapper do Rio Grande do Sul, nascido em Pelotas e mora em São Paulo. Artista plástico e também designer, lançou no final de 2015 o disco “Faça a coisa certa”, inspirado no filme de Spike Lee e com referências visuais na obra de Jean-Michel Basquiat, considerado o primeiro disco de sua carreira e por muitos, umas das mais primorosas obras desse ano. Nesse mesmo ano, foi apontado como um dos pioneiros do rap nacional, seguindo as palavras de Kl Jay (Racionais Mc’s) em entrevista, que já o apontava com uma das mais importantes revelações da cena atual. Depois de participações com importantes artistas do cenário nacional, lança,  junto com Kiai, seu EP de “Jazzkilla”, um trabalho estonteante que impressionou o país com seus shows onde rima em ritmos que passam do Nu ao FreeJazz. Quando 2019 parecia terminado, vem ao mundo “Zulu: Vol.1”, o primeiro de um trilogia, sucesso de público e críticas especializadas, considerado “clássico”, um “álbum necessário para o cenário”, uma “potente voz do extremo sul” e “um importante passo para a busca de identidade do negro do Rio Grande do Sul, um dos estados mais racistas do Brasil.”


Para apresentar melhor nosso palestrante desse mês, preparamos uma pequena entrevista, que você confere abaixo:

Quem você é?

Já fui muitos, hoje eu estou zulu e pretendo ser amanhã também.

O que mais te inspira na sua cidade natal e por quê?

Pelotas é uma cidade que tem uma passa que é só dela e que eu não sei te dizer o que é.É um lugar peculiar longe de todos os grandes centros mas que tem na sua centralidade uma grandeza que a galera de lá saca. Algumas pessoas que passam por lá também entendem o que eu to falando.Eu poderia dizer que as pessoas de lá me inspiram, mas essas pessoas também tem essa mesma noção de que tem algo lá que faz com que a gente se mova.Se pá é só a distância de tudo mesmo.A distância me inspira.

O que te traz conforto quando se sente inseguro?

Pensar que tudo aquilo que lutei pra manter comigo é justamente o que me salva, e que quase sempre a insegurança vem de almejar coisas que nunca estiveram dentro do meu panteão de importâncias.Sou seguro acerca de tudo o que sei e fiz, e lidar com o que não me é comum me deixa inseguro. Ainda mais quando não é oriundo de meus anseios.


Nosso evento desse mês ocorre na sexta-feira, dia 19/06, à partir das 8h30 da manhã - e as inscrições abrem às 11h da manhã do dia 15 de junho. Fique de olho nas nossas comunicações por e-mail e nas redes sociais para garantir seu lugar!