← Load previous

O que a natureza pode nos ensinar sobre viver com vulnerabilidade, força e elegância durante esses tempos desafiadores?

No livro Emergent Strategy. de Adrienne Maree Brown, Naima Penniman reflete sobre a força descentralizada dos carvalhos: “Em meio ao chicotear do vento e o levantar das águas, o carvalho se mantém firme no chão. Como? Ao invés de cavar raízes profundas e solitárias na terra, o carvalho expande suas raízes na horizontal e se cruza com as raízes de outros carvalhos nos arredores.”

É natural sentirmos solidão e medo quando tempestades vêm ao nosso encontro. Mas a natureza, em todas as suas formas e estágios, nos mostra sucessivamente que a resiliência vem de se adaptar, colaborar e se apoiar nos sistemas de suporte ao nosso redor. Ao se afastar da ideia de que temos que ser fortes por conta própria, abrimos possibilidades nas nossas vidas e construímos nossa resiliência coletiva.

Seja presencialmente ou à distância, encontre as redes com as quais você pode se entrelaçar e finque-se nelas. Apoie-se naqueles galhos de sustentação e segure-se firme. Sobreviver e prosperar em tempos difíceis nos requer união, mesmo quando distantes.

Nosso capítulo de Salt Lake City escolheu a exploração desse mês sobre a Natureza e David Habben ilustrou o tema, que é apresentado globalmente pelo WordPress.com

Nesse mês de Abril, nosso tema é “Propósito”, e nós continuaremos seguindo o nosso de criar conexões na nossa comunidade criativa, ainda num ambiente online nesse mês =) E para esse encontro maravilhoso que teremos (através do Zoom =D ) no dia 17 de abril, temos também uma palestrante mais do que especial:

SHEYLLI CALEFFI

Como compartilhar idéias e conhecimento? Por que lembramos de algo depois de anos e esquecemos tantas outras coisas? Essas perguntas me interessam!
Sou treinadora de comunicação e impulsiono muita gente a subir no palco e enfrentar as câmeras. Pra vender produtos, idéias, compartilhar saberes. Hoje faço vídeos autorais pra internet e sou host do podcast Baseado em Fatos Surreais onde compartilhamos histórias de vida.

Em educação corporativa, crio e facilito workshops em parceria com empresas de inovação e educação, contribuindo para que sejamos mais eficientes nos desafios da comunicação - seja com grandes audiências ou com pequenas equipes. “Ao vivo” é minha especialidade: eventos, lives, convenções, palestras, coletivas de imprensa, lançamento de produto e todo tipo de apresentações. São mais de 400 eventos corporativos nos últimos 10 anos, atuando como Diretora Artística, Roteirista e Designer de Experiências.

Como voluntária, criei e coordeno o grupo de apoio à pessoas que sofreram violência sexual “As incríveis Mulheres que vão morrer duas vezes”. Também sou professora no curso de sexualidade positiva para profissionais de saúde da Casa Prazerela.

Gosto muito de educação. Sou atriz e diretora teatral de formação. Ministrei disciplinas de interpretação, improvisação e direção na Faculdade de Artes do Paraná, na Escola Superior Sul-americana de Cinema e TV do Paraná e em cursos livres no Brasil e Espanha. Dirigi 8 espetáculos teatrais, atuei em 30 e produzi grandes festivais de teatro, música e dança - e alguns filmes. Atuei como gerente de inovação e coordenadora de treinamento para transformar cursos presenciais em online na Eduk Brasil e México, fui assistente de direção e atriz no Iesde (Inteligência educacional e sistemas de ensino) e também fui diretora de conteúdo do site Ana Maria Braga, criando e produzindo cursos, matérias, vídeos e livros.

Eu me interesso mesmo em transformar em realidade o que antes era sonho e imaginação.

Conheça mais sobre a Sheylli:

Fizemos uma breve entrevista com a nossa palestrante do mês para podermos apresentá-la um pouco melhor para nossa comunidade - confira abaixo as respostas!

Quem você é?

Uma força da natureza.

Do que você mais gosta em São Paulo?

As pessoas. Aqui todo mundo se ajuda porque não tem outra alternativa. Dá pra perceber isso muito facilmente no metrô lotado ou no trânsito: ou vamos todos juntos ou não flui!

O que te move? Quais são as ideias ou ações que trazem significado para os seus dias?

A ira e a criatividade. A ira de ver coisas no mundo das quais eu discordo e a certeza que o teatro me deu de saber que tudo pode ser construído: um cenário, uma pessoa, um mundo. Nós temos uma capacidade grandiosa de criar qualquer coisa a partir da nossa imaginação.


Você também pode conhecer mais sobre a Sheylli em seu perfil no Instagram ou em sua página no Facebook. Te esperamos em nosso evento desse mês, em formato virtual, no dia 17 de abril, às 8h30 da manhã. Fique de olho para garantir seu lugar quando abrirem as inscrições na segunda-feira, dia 13 de abril, às 11h da manhã. Nos vemos lá!

image

Você está aqui. Estar aqui significa que você tem vida, que você existe, e o simples fato de existir significa que você tem propósito.

“Propósito” não precisa ser algo grandioso. Na verdade, ele pode existir em qualquer tamanho e dimensão, separadamente ou todos de uma vez só.

A autora e coach Martha Beck certa vez escreveu, “O ‘rastro’ do seu propósito de vida tem um caráter único. Frequentemente aparece como uma sensação de alegria e leveza no corpo […] Também pode surgir como fascinação, um desejo forte de prestar atenção a determinados tópicos ou fenômenos. Mais do que qualquer outra coisa, é o sentimento de que o que estamos fazendo tem significado.”

Seu propósito é composto tanto pelo literal quanto pelo abstrato, e seu poder é incontestável. Aqueles momentos, memórias, ideias e conversas para as quais você se encontra retornando com grande afeição constroem o tecido do seu propósito.

O que te faz se iluminar por dentro? O que te traz paz? Quais são as grandes ideias que trazem significado para os seus dias? E quais são os detalhes específicos de cada um desses sentimentos que te atraem?

Seja ele grande ou pequeno, busque sua força e inspiração em seu propósito. Se dê a permissão para abordar suas decisões com seu propósito em mente. Quanto mais você faz coisas alinhadas com seu propósito, menos você optará pelo que é costume fazer.

Quando em dúvida, dê os passos que precisa para seguir o caminho da sua própria alegria. Esse caminho é seu propósito.

Nosso capítulo de Indianapolis escolheu a exploração de “Propósito” neste mês, Jason Ratliff ilustrou o tema e WordPress.com apresenta o tema globalmente.

Neste mês, nossos abraços e high-fives serão virtuais! 

Nossa prioridade continua sendo manter nossa comunidade segura e saudável - e por isso queremos continuar construindo momentos de conexão nesse momento de isolamento físico. Queremos estar aqui para apoiar vocês!

Na manhã da próxima sexta-feira, dia 27 de março, faça seu café, separe sua caneca favorita e dê o seu melhor sorriso matutino para nos receber na sala da sua casa para a primeira edição online do #CMSPO!

Fique de olho para mais notícias nos próximos dias! (Spoiler: as inscrições abrem segunda feira de manhã! 😉) 

Nosso evento de Março está cada vez mais próximo, e é hora de conhecer quem vai setar o tom do nosso encontro com uma palestra incrível! Conheça abaixo nossa palestrante desse mês, a Veronica Oliveira:

Veronica tem 38 anos e é criadora de conteúdo, mãe, palestrante, estudante e nerd da faxina. Quando se viu sem perspectivas de futuro, parece que seu propósito resolveu se mostrar da forma mais criativa possível. Então, ao redescobrir o prazer de viver no trabalho - e mais do que isso, no trabalho doméstico - resolveu compartilhar isso com as pessoas através da internet. Hoje, tornou-se referência na área, e com isso abriu portas para trazer empoderamento para todos que prestam serviços, sempre lembrando que somos todos importantes.

Como de costume, fizemos algumas perguntinhas para a Veronica, para conhecê-la um pouco melhor e apresentá-la para toda a comunidade 😊 Confira abaixo as respostas:

Quem você é?

Uma inspiradora digital.

Do que você mais gosta em São Paulo?

Da capacidade de ser tudo o tempo todo.

O que te torna quem você é?

Cada pessoa que cruza meu caminho.


Você pode conhecer mais sobre a Veronica em seu perfil no Instagram, @faxinaboa =)  Fique de olho para garantir sua vaga no nosso encontro de março - as inscrições abrem na próxima segunda-feira, 16/03, às 11h da manhã!

O que faz de você, você?

Sua identidade é construída a partir de uma grande variedade de coisas - as histórias que você carrega, as músicas que você ama, os desafios que você supera, os livros que você lê, as comunidades das quais faz parte e muito mais. Mas a sua identidade é uma mistura multicolorida não apenas daquilo que você consome e cria, mas também das perguntas que você faz e do que se dispõe a aprender.

Em sua fala no CreativeMornings, Lucy Bellwood compartilhou: “Quando nos fechamos muito firmes em uma única identidade ou caminho de carreira, nos privamos dos nutrientes necessários para permanecer conectados com o mundo ao nosso redor. Ficamos com falta de vitamina Curiosidade.”

As coisas que te tornam inconfundivelmente você não são apenas as extremidades ecléticas, mas também os simples pilares, crenças e valores dos quais você simplesmente não consegue se desfazer. Que tipo de essência ou energia você traz para uma sala? Como você se mostra para o mundo? Quais são os seus pilares?

O cuidado e amor mais especial e único que você pode dar à sua identidade criativa é moldá-la com suas próprias mãos.

A exploração de “Identidade” neste mês é apresentada pelo nosso novo Apoiador Global, Basecamp! Nosso capítulo de Jacarta selecionou o tema e Nadya Noor o ilustrou.

Nosso encontro de Março ocorre no dia 20/03, das 8h às 10h da manhã, na FutureBrand! Fique de olho em nossas comunicações por email e redes sociais para conhecer nossa palestrante do mês e garantir seu lugar assim que as inscrições se abrirem!

Em fevereiro nosso tema é Investir, mas a conversa que vamos ter não necessariamente vai ao tipo de investimento que talvez venha primeiro à mente - pra tentar chegar mais perto do que será nosso talk desse mês, conheçam a nossa palestrante para o #CMInvest:

Débora Gonçalves, mais conhecida como Débora Taylor, tem 40 anos, três filhos e é maratonista, embaixadora da Gympass e Verde Campo e fundadora do PRJCT//RUN, o primeiro grupo de corrida liderado só por negros no Brasil. Há quatro anos, após dar seus primeiros passos e se apaixonar pela corrida, Débora notou que era muito raro ver pessoas negras treinando corrida nas ruas ou em hashtags do esporte no Instagram. Buscando trazer mais representatividade, convidou alguns amigos para começar um grupo em que os líderes fossem negros e passou a liderar as corridas todos os domingos na Av. Paulista. O grupo tem crescido desde então e, indo mais fundo na questão da representatividade, conta também com o PRJCT//GRLS, um grupo exclusivo para mulheres corredoras. Débora investiu em mostrar que o esporte e uma vida mais saudável é acessível a qualquer pessoa, não importando se tem uma rotina corrida, em que região da cidade mora, a cor da sua pele ou se tem acesso a equipamentos e treinos caros, e vem inspirando cada vez mais pessoas a se juntarem à corrida.

Fizemos uma mini entrevista com a Débora, pra que possamos conhecê-la um pouco melhor antes de nos encontrarmos para o evento desse mês. Confira Abaixo o que ela nos contou!

1. Quem você é?

Débora Gonçalves, mais conhecida como Débora Taylor. Esposa, mãe de 3 e maratonista. Fundadora do grupo PRJCT//Run.

2. O que você mais gosta em São Paulo?

Amo essa questão de diversidade de cada ponto da cidade, seja ela no centro ou nos bairros. Uma verdadeira selva de pedra. Mesmo com alguns preconceitos ainda das pessoas em relação a como nos vestimos ou como usamos nossos cabelos, eu vejo a cidade onde tudo acontece, maravilhosa.

3. No que você investiu no passado que te trouxe ótimos frutos hoje?

Meu investimento foi em mim mesma!  Na minha saúde no geral e principalmente mental. Auto estima, na minha capacidade de superação que eu nem sabia que tinha. Correr por horas? Jamais pensaria nisso. Saí da minha zona de conforto e incentivei muitas outras pessoas sair também. Meu maior medo era vergonha do meu corpo ou da minha roupa, eu não tinha aquela roupa de marca ou aquele tênis caro da moda. O mundo virtual te obriga ao consumismo ou a achar que somente quem consome uma dieta super cara pode ter uma vida incrível ou uma vida saudável. Quando eu consegui furar essa bolha eu percebi que não precisa de muito, e sim da minha força de vontade de querer fazer algo pra mim mesma.


Nosso evento de fevereiro acontece no dia 21/02, das 8h às 10h da manhã, e seremos novamente recebidos pelo InovaBra Habitat! Fique de olho nas nossas comunicações por e-mail e redes sociais para garantir o seu lugar - as inscrições abrem às 11h da manhã do dia 17/02.

Todos os dias, entregamos nosso tempo, recursos e energia ao mundo através de nossas decisões. Podemos ler determinados livros, juntar-nos a uma nova comunidade ou começar um novo hobby. E quer queiramos, quer não, cada escolha que fazemos é um investimento a favor ou contra nós mesmos.

Investir com sabedoria requer paciência e atenção. É uma arte que combina nosso conhecimento de experiências passadas com aspirações futuras para definir onde vamos colocar nossa energia e nosso coração. Para viver uma vida criativa e sustentável, devemos dizer ‘sim’ às opções que tornam nossas vidas mais ricas, mesmo quando pareçam arriscadas.

Na Teoria do Investimento da Criatividade, o psicólogo Robert J. Sternberg descobriu: “O maior obstáculo à criatividade […] não é exatamente restrições impostas pelos outros, mas sim as limitações que colocamos em nosso próprio pensamento.”

Aproveite essa oportunidade para diversificar seus sonhos. Converta suas dúvidas em moeda positiva e aposte em você. Sem sombra de dúvida, você terá retornos valiosos.

Nosso capítulo de Hong Kong escolheu a exploração de ‘Invest’ desse mês e Bao Ho ilustrou o tema.

Começamos o ano com não apenas um, mas dois palestrantes muito especiais: a Paula Costa e o Valter Ziantoni, da PRETATERRA:


A PRETATERRA é uma iniciativa que se dedica à disseminação de sistemas agroflorestais regenerativos: sistemas de produção inspirados na dinâmica dos ecossistemas naturais, nos quais espécies florestais perenes são plantadas junto com cultivos agrícolas e criações animais. É um sistema produtivo que concilia a produção de alimentos com recuperação de áreas degradadas e provisão de serviços ecossistêmicos. 

Paula Costa é Engenheira Florestal e Especialista em Gerenciamento Ambiental pela ESALQ-USP e Bióloga pela UNESP, além de especialista e consultora em sistemas agroflorestais e silvicultura de espécies nativas e exóticas, com mais de 10 anos de experiência em sistemas de produção regenerativos. Possui conhecimentos avançados em dendrologia, botânica e identificação de árvores nativas. Com o Instituto Ouro Verde (MT) mapeou indicadores para avaliação de performance sistemas agroflorestais. Atuou também em ATER junto ao Museu da Amazônia. Desenvolveu projetos de restauração florestal, adequação ambiental, plantio direto de sementes florestais (muvuca), horticultura e fruticultura agroflorestal.  Foi coordenadora do grupo de pesquisa e extensão em sistemas agroflorestais da ESALQ – USP e coordenou a logística de campo e o desenvolvimento de pesquisas e inovação nos sistemas de produção agroflorestais da Fazenda da Toca.Valter Ziantoni é Engenheiro Florestal pela Universidade Federal do Paraná e Designer em Agrofloresta (MSc. Agroforestry) pela Bangor University; também é especialista em Gerenciamento pela FGV,  especialista em Relações Internacionais pela UFPR. Desenvolveu sua tese de mestrado no Lago Tanganyika (Zâmbia), junto ao ICRAF, trabalhando com a aplicação de conhecimento indígena local nas soluções sistematizadas para projetos sustentáveis. Possui mais de 15 anos de experiência em agrofloresta, incluindo gestão e coordenação de projetos, inventários florestais, monitoramento de espécies nativas  e classificação de produtos florestais na Amazônia. Possui ampla experiência em economia rural e modelos de desenvolvimento sustentável, com experiência internacional (Laos e Turquia) em zonas remotas e de conflito. Desenvolveu diversos trabalhos voluntários, principalmente na África e Ásia. Com vasto conhecimento no desenvolvimento e aplicação de ferramentas de aquisição de conhecimento local. Liderou também os projetos de pesquisa na seção de P&D da Fazenda da Toca.


Nosso encontro de Janeiro ocorre no dia 31/01, das 8h às 10h da manhã, e nos encontraremos na Vila da Terra, que fica na Av. das Corujas, 459 - Sumarezinho (Próximo à estação Vila Madalena, linha verde do metrô). Fique de olho nas nossas comunicações pelas redes sociais e newsletter para não perder a abertura das inscrições! 😉

No dia 06/12 das 8h às 10h, acontecerá nosso último encontro do ano: o #CMSilence. E para fechar com chave de ouro faremos um evento totalmente diferente dos demais. Será um evento grandioso com muitas experiências para mexer com todos os nossos sentidos.Queremos que toda a nossa comunidade participe e vivencie tudo o que preparamos. Por isso, para proporcionar maior conforto, a Unibes Cultural irá nos receber em seu auditório com capacidade para mais de 200 pessoas. Então, convidem todo mundo para confraternizar e nos despedirmos de 2019 em grande estilo!!

Agora vamos apresentar nossos convidados do mês:

Fábio de Sá é professor, ator, consultor e revisor de Libras. É precursor no Brasil de uma categoria literária chamada Visual Vernacular (VV). Desenvolveu um projeto no SENAC de filmes em Libras. Apresentador da TV CES no Youtube. Professor de Libras atuando na PUC-SP e CES Rio Branco desde 2012. Ministrou workshops de VV em países como Chile, Colômbia e Brasil (SC, MG e SP) e apresentou poesias utilizando a mesma técnica na França, Chile, Colômbia e Brasil. Participou do Festival Clin d’Oeil realizado na França e do Sétimo Festival Internacional Arte Sordo Visual Vernacular realizado na Colômbia.

Atriz, poeta e dançarina, Catharina Moreira começou seus estudos bem cedo, sempre tendo a arte em sua vida. Sua trajetória foi da dança para a poesia com intensa participação no SLAM do corpo. Da poesia para ações performáticas. Também atua como contadora de histórias em libras e oficineira brincante no gRUPO êBA! A experiência no teatro sempre foi significativa e ganhou força como profissão atualmente com a experiência na peça \Todas/ da Mostra de Teatro de Curitiba. Expositora WIS, Oiol, GDAF e Mc Slam na França.

Paulo Vieira dedica a sua vida em prol de fazer barulho por aqueles que vivem em silência. É conselheiro da Gestão da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo, conselheiro da Gestão da Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, ex-Presidente da Associação dos Surdos de São Paulo por 3 gestões, instrutor de Libras proficiente pelo MEC desde 2006 e participante do Projeto LBI – Lei Brasileira de Inclusão nº 13.146/2015. Foi um dos idealizadores e persistiu na aprovação da Lei Municipal nº 14.441/2007, que criou a Central de Intérpretes e Guias-Intérpretes no município de São Paulo, a primeira inaugurada em todo Brasil. Trabalhou como assessor parlamentar da Deputada Federal Mara Gabrilli, responsável pelas questões envolvendo a Comunidade Surda e, atualmente, é diretor do Departamento de Políticas Temáticas dos Direitos da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Na segunda-feira (02/12/2019)  abriremos as inscrições e voltamos aqui para avisar vocês. Fiquem de olho em nossos canais que vem coisa boa!!

more