A nossa palestrante para o #CMSpectrum é a Livia La Gatto:

Livia tem 34 anos, é atriz e professora de Teatro formada na ECA USP. Por 11 anos deu aula de teatro para crianças e adolescentes  e hoje ministra o curso online sobre comunicação criativa para o público adulto. Há quatro anos faz humor na internet com suas personagens e paródias para criticar o governo e, de forma leve, problematizar assuntos polêmicos. Pra apresentar melhor nossa palestrante do mês, fizemos uma mini-entrevista com a Livia - confira abaixo!

Quem Você é?

Sou atriz, criadora de conteúdo criativo na internet, roteirista e professora de teatro

Do que você mais gosta em São Paulo?

Gosto que todo mundo ajuda quando você pede uma informação. O paulista está sempre com pressa mas também faz questão de ajudar o outro.

Dentre todo o espectro de personalidades que você já interpretou, qual foi a mais desafiadora?

Ainda não me deparei com algo super desafiador mas adoraria.

Conheça mais sobre a Livia em seu perfil no Instagram! Nosso evento desse mês ocorre no dia 18 de setembro, a partir das 8h30 da manhã - fique de olho em nossas comunicações por e-mail e nas redes sociais para garantir o seu lugar! As inscrições abrem às 11h da manhã do dia 14/09!

O tema de Setembro é SPECTRUM:

Uma faixa de cores, definições que se expandem, uma ampla gama de identidades — nós vivemos em meio a múltiplos espectros, que colidem e se cruzam uns com os outros. Assim como a diversidade de nossas comidas, estilos de música e habilidades que exercitamos, nossas necessidades são distintas e não há uma solução única.

Entender e defender outras realidades torna mais normal dizer: O que eu vivo, sinto e percebo podem não ser o que você  conhece como real. “Crie para todo o espectro, não para a média”, como disse Michael Kaufmann em sua palestra no CreativeMornings. “Como podemos ir para além da hospitalidade cordial e até a inclusividade corajosa?”

Como indivíduos com o compromisso de viver artisticamente, podemos pintar possibilidades estimulantes que sejam não apenas para nós, mas também para os outros. Reúna suas ferramentas: Escute, olhe para dentro, abrace o incomum, pegue o prisma e vire-o de ponta cabeça - você provavelmente encontrará uma combinação de tirar o fôlego de oportunidades para fazer a diferença.

Nosso capítulo de Las Vegas escolheu a exploração de “Espectro” desse mês e Iandry Randriamandroso ilustrou o tema.

Nosso evento desse mês ocorre no dia 18 de setembro - fique de olho em nossas comunicações através das redes sociais e nossa newsletter para mais informações em breve!

Nosso encontro de Agosto já está chegando, e está mais do que na hora de conhecer nossa palestrante desse mês! Para o #CMStress, receberemos como nossa convidada a Leila Germano!

Leila Germano, cearense, 33 anos, é um blend de planejamento estratégico e criativo com redação, concept e conteúdo. Soma estas especialidades - hoje empregadas no departamento de brand experience / marketing da 99 - à de apresentadora do humorístico de sociedade e cultura Hoje Tem (podcast novo, mas que vem fazendo um belo barulho) e à grade de programação de redes sociais que nunca dormem. Com isso, prefere se autodenominar profissional de comunicação ou comunicadora. Mudou-se do Ceará para São Paulo há 10 anos porque ama a sensação de busca eterna por um final feliz e portanto ainda pretende morar em Manhattan para realizar o sonho do estresse internacional. Para descomprimir, mantém hábitos incomuns que vão desde ilustração, coreografias de funk, leituras sobre neurociência, threads no Twitter, criação de fanfics com personalidades da política, playlists desafiadoramente aleatórias no Spotify e faxinas. Desde sempre, fez da queda um passo de dança, ou melhor, do perrengue um storytelling cheio de plot twists e voltas por cima, e assim descobre e recicla a própria criatividade dia após dia. Atualmente, vive o desafio de morar sozinha em um minúsculo apartamento respeitando a pandemia - o que tem rendido novas habilidades de superação.

Você pode conhecer mais sobre a Leila em seu perfil no Instagram, ou conferindo, a seguir, a mini-entrevista que fizemos com ela:

Quem você é?

Uma pessoa que tinha tudo para dar errado, mas que por teimosia de forças ocultas até que vem dando certo.


Do que você mais gosta em São Paulo?

Da sensação de meio do caminho rumo a um final feliz que ainda está por vir.


O que o stress já te fez fazer?

Todas as minhas decisões ruins e as minhas mais altas performances se deram sob stress. Ele é meu pior conselheiro e meu combustível mais surpreendente.


Nosso encontro desse mês ocorre no dia 21 de Agosto, à partir das 8h30 da manhã, e as inscrições abrem às 11h da manhã do dia 17/08! Nos vemos lá!

O tema de Agosto é Stress.

O Stress, na sua forma mais básica, é uma resposta.

O sentimento de stress frequentemente se manifesta como uma tensão palpável, fluindo através do seu corpo. O Stress pode se arrastar até cada canto dos seus pensamentos e decisões - ávido para embaçar sua clareza mental e te tirar o poder.

Segundo um ditado popular, “Entre o estímulo e a resposta existe um espaço. Neste espaço está o nosso poder para escolher nossa resposta. Em nossa resposta está o nosso crescimento e a nossa liberdade.” O que você pode fazer quando o stress se manifesta em seu corpo, mente e espírito?

Crie seus próprios mantras, tome um ar fresco, medite, escreva, toque música, durma ou fique sem fazer nada. Afaste-se dos hábitos que trazem stress para sua vida. Familiarize-se mais com a sensação de calma, para que quando o stress surgir você possa se guiar gentilmente em direção a ela. Como Shannon Lee nos ensina em sua palestra no CreativeMornings, é possível “criar e reestruturar a vida” para você, com base em como você gostaria de viver.

No espaço entre o estímulo e a resposta, afaste do stress um pouco do foco ao buscar sua respiração - e peça-o para cair fora.

Nosso Capítulo da Varsóvia escolheu a exploração de “Stress” desse mês e Shanee Benjamin ilustrou o tema.

“Underdog” é quem, em determinada situação e na percepção dos outros, tem pouca ou nenhuma chance de obter sucesso ou vitória.“Underdogs” questionam e expandem o que é considerado possível.

Quando os outros esperam que sofram uma derrota, “underdogs” devem se apoiar em sua autoconfiança e em suas experiências duramente conquistadas para visualizar e defender intensamente novas realidades. Não ficam presos às expectativas, mas sim mantêm o foco naquilo que não é esperado.

Em uma carta a seu sobrinho, James Baldwin escreveu: “Não era esperado que você aspirasse à excelência. Era esperado que você fizesse as pazes com a mediocridade […] Não acredite em ninguém para nada, nem em mim, mas confie na sua experiência. Saiba de onde você veio. Se você souber de onde vem, não há de fato nenhum limite para até onde você pode ir.”

Sendo você um “Underdog” ou se conhecer alguém que é, você pode ajudar a elevar o nível. Reconheça que cada dia é uma oportunidade para tomar parte em inspiradoras resoluções de problemas, e que cada momento é uma oportunidade para se engajar de forma criativa com o seu senso do que é possível.

Levante a mão e disponibilize sua experiência, sua intuição e sua voz. A arena da mudança está chamando.

Nosso capítulo de Edimburgo escolheu explorar “Underdog” neste mês, Astrid Jaekel ilustrou o tema e Mailchimp o apresenta globalmente. Nosso evento de Julho ocorre no dia 24 de Julho, à partir das 8h30 da manhã - fique de olho nas nossas comunicações em redes sociais e por e-mail para saber mais sobre a abertura das inscrições!

Em Junho, seguiremos com um evento conjunto, em parceria com o time do CreativeMornings Porto Alegre! E chegou a hora de conhecer quem irá conduzir o nosso mergulho no #CMInsecure:

Foto por Vitória Proença

Nosso palestrante do mês é o ZUDIZILLA:

Rapper do Rio Grande do Sul, nascido em Pelotas e mora em São Paulo. Artista plástico e também designer, lançou no final de 2015 o disco “Faça a coisa certa”, inspirado no filme de Spike Lee e com referências visuais na obra de Jean-Michel Basquiat, considerado o primeiro disco de sua carreira e por muitos, umas das mais primorosas obras desse ano. Nesse mesmo ano, foi apontado como um dos pioneiros do rap nacional, seguindo as palavras de Kl Jay (Racionais Mc’s) em entrevista, que já o apontava com uma das mais importantes revelações da cena atual. Depois de participações com importantes artistas do cenário nacional, lança,  junto com Kiai, seu EP de “Jazzkilla”, um trabalho estonteante que impressionou o país com seus shows onde rima em ritmos que passam do Nu ao FreeJazz. Quando 2019 parecia terminado, vem ao mundo “Zulu: Vol.1”, o primeiro de um trilogia, sucesso de público e críticas especializadas, considerado “clássico”, um “álbum necessário para o cenário”, uma “potente voz do extremo sul” e “um importante passo para a busca de identidade do negro do Rio Grande do Sul, um dos estados mais racistas do Brasil.”


Para apresentar melhor nosso palestrante desse mês, preparamos uma pequena entrevista, que você confere abaixo:

Quem você é?

Já fui muitos, hoje eu estou zulu e pretendo ser amanhã também.

O que mais te inspira na sua cidade natal e por quê?

Pelotas é uma cidade que tem uma passa que é só dela e que eu não sei te dizer o que é.É um lugar peculiar longe de todos os grandes centros mas que tem na sua centralidade uma grandeza que a galera de lá saca. Algumas pessoas que passam por lá também entendem o que eu to falando.Eu poderia dizer que as pessoas de lá me inspiram, mas essas pessoas também tem essa mesma noção de que tem algo lá que faz com que a gente se mova.Se pá é só a distância de tudo mesmo.A distância me inspira.

O que te traz conforto quando se sente inseguro?

Pensar que tudo aquilo que lutei pra manter comigo é justamente o que me salva, e que quase sempre a insegurança vem de almejar coisas que nunca estiveram dentro do meu panteão de importâncias.Sou seguro acerca de tudo o que sei e fiz, e lidar com o que não me é comum me deixa inseguro. Ainda mais quando não é oriundo de meus anseios.


Nosso evento desse mês ocorre na sexta-feira, dia 19/06, à partir das 8h30 da manhã - e as inscrições abrem às 11h da manhã do dia 15 de junho. Fique de olho nas nossas comunicações por e-mail e nas redes sociais para garantir seu lugar!

A insegurança diminui o nosso otimismo, as crenças em nosso potencial e nos cega para como as coisas realmente são ou como poderiam ser. Nós projetamos nossos maiores medos quando sucumbimos às formas negativas para as quais estamos condicionados a reagir.

Como podemos começar a superar a insegurança e fortalecer a nós mesmos?

De acordo com o autor Leo Babauta, podemos começar com uma pequena dose de coragem: “Um pouquinho de coragem. Apenas em pequenas doses, para começar, mas significa uma disposição para colocar de lada todas as distrações por um tempo, e se focar no que está tendo dificuldades.”

Ao ver e observar, podemos identificar os primeiros momentos em que deixamos nossas inseguranças entrarem. Preste atenção a quando você se deixa levar pela insegurança e perceba exatamente o que te faz contrair. O segredo é que o caminho de saída pode ser encontrado nos padrões que repetimos milhares de vezes.

Acenda uma pequena dose da sua coragem e proteja ferozmente sua chama. Comprometa-se a quebrar uma crença limitante de cada vez. Com trabalha bem feito e foco, em pouco tempo você será capaz de abrir as asas e voar mais alto.

Nosso capítulo de Louisville escolheu  explorar “Insecure” neste mês, Rachael Sinclair ilustrou o tema e WordPress.com o apresenta globalmente.Fique de olho para mais informações sobre nosso evento desse mês - assine nossa Newsletter para saber as datas e palestrante de Junho em primeira mão! 

O tema de Maio é Nature e, assim como os carvalhos que buscam entrelaçar suas raízes com outros carvalhos ao redor, buscamos nos unir para esse mês - é isso mesmo, no dia 22/05 os capítulos do CreativeMornings de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre estarão todos juntos em um único evento, que será muito especial!E já é hora de descobrir quem irá nos levar para esse mergulho na Natureza no tema desse mês…

GIANE BROCCO

Giane é Fundadora & CEO da Amazu Biomimicry (Consultoria de Biomimética & Inovação-Consciente) e Fundadora do Biomimicry Brasil. Pioneira ao trazer a Biomimética para o Brasil, foi uma das 100 primeiras pessoas no mundo a se certificar Especialista em Biomimética. Combina a engenharia com a sua paixão pela natureza para promover inovação, criatividade e liderança a partir da Biomimética. Mestre em Engenharia de Produção e Sistemas, certificada Especialista em Biomimética pelo Biomimicry 3.8 (EUA), e Graduada em Engenharia de Produção-Mecânica. Além disso, estudou Liderança para a Transição na Schumacher College (Londres e Brasil) e Bio-Liderança no Amani Institute. Realiza workshops, cursos e palestras no Brasil e no mundo, em eventos como TEDx Mauá, TEDx PassoFundo, Path Festival, Biomimicry Summit, Globo News Prisma e Friends Of Tomorrow, entre outros. Atua, também, como professora convidada em cursos de MBA e Pós Graduação em diversas Universidades tais como FAAP, Unisinos e Feevale. Com empresas, dentre os projetos desenvolvidos na área da Biomimética, está um novo processo sustentável de injeção à frio com luz UV, Indicadores Ambientais Industriais baseados nas Sequóias e um labirinto sensorial baseado nos super sentidos dos animais.

Conheça mais sobre a Giane:

Fizemos uma breve entrevista com a nossa palestrante do mês para podermos apresentá-la um pouco melhor para nossa comunidade - confira abaixo as respostas!

Quem você é?

Eu sou a Giane. Eu acredito na natureza como vetor da transformação da sociedade e, consequentemente, das empresas. Uma sociedade mais consciente com empresas saudáveis e alinhadas às novas economias. Gosto de abraçar árvores, caminhar de pés descalços, praticar yoga e de trabalhar com pessoas engajadas em transformar o mundo para o melhor. Combino minha paixão pela natureza com a engenharia para realizar esse meu propósito.

O que em São Paulo mais te inspira e por quê?

O que mais me inspira em SP é estar no meio do caos e das infinitas possibilidades de uma das maiores cidades do mundo e, ainda assim, encontrar a paz e a reconexão com a natureza nos seus parques tão bonitos. O Parque Ibirapuera - meu lugar favorito em SP - sempre me acolhe e me traz a sensação de pertencimento, de paz. Entender que a natureza é mesmo um lugar sagrado e que tudo é de dentro pra fora. Mesmo nos momentos mais difíceis ou desafiadores, quando eu parei e sentei na grama do Ibirapuera, eu me entendi de novo, me reencontrei. Além de ser ótimo pra caminhar com os amigos e tomar uma água de coco bem gelada. Sempre saio renovada e inspirada para próximos capítulos da vida.

Onde a Natureza e a Criatividade se encontram?

A natureza é a maior fonte de Pesquisa e Desenvolvimento que existe. O melhor e maior benchmark para todo e qualquer desafio. Afinal há 3.8 bilhões de anos, a natureza cria estratégias de sucesso para diferentes organismos seguirem existindo - em harmonia - no Planeta.
Criatividade é a “atividade de criar”. Um ciclo vivo em constante atividade de criação é a natureza. E ela cria formas, processos, produtos. Bico dos pássaros, fotossíntese, flores. Transforma C02 em matéria-prima, filtra o ar e a água. Criar materiais resistentes ao fogo, resilientes às intempéries.
Vocês conhecem alguma empresa ou alguém que já pensou em tantas soluções criativas e utilizando apenas materiais sustentáveis, não tóxicos e regenerativos?
Olhar para a natureza como modelo, medida e mentora é uma ferramenta importante para que possamos ser mais criativos, fazer perguntas melhores e entregar soluções que funcionam para a sociedade, empresas e para o planeta.


Você também pode conhecer mais sobre a Giane em seu perfil no Instagram ou no perfil da Amazu.bio. Fique de olho em nossos próximos e-mails e comunicações nas redes sociais para garantir seu lugar nesse enconto virtual! As inscrições abrem as 11h da manhã do dia 18/05, e nosso evento ocorre no dia 22/05 à partir das 8h30 da manhã.

O que a natureza pode nos ensinar sobre viver com vulnerabilidade, força e elegância durante esses tempos desafiadores?

No livro Emergent Strategy. de Adrienne Maree Brown, Naima Penniman reflete sobre a força descentralizada dos carvalhos: “Em meio ao chicotear do vento e o levantar das águas, o carvalho se mantém firme no chão. Como? Ao invés de cavar raízes profundas e solitárias na terra, o carvalho expande suas raízes na horizontal e se cruza com as raízes de outros carvalhos nos arredores.”

É natural sentirmos solidão e medo quando tempestades vêm ao nosso encontro. Mas a natureza, em todas as suas formas e estágios, nos mostra sucessivamente que a resiliência vem de se adaptar, colaborar e se apoiar nos sistemas de suporte ao nosso redor. Ao se afastar da ideia de que temos que ser fortes por conta própria, abrimos possibilidades nas nossas vidas e construímos nossa resiliência coletiva.

Seja presencialmente ou à distância, encontre as redes com as quais você pode se entrelaçar e finque-se nelas. Apoie-se naqueles galhos de sustentação e segure-se firme. Sobreviver e prosperar em tempos difíceis nos requer união, mesmo quando distantes.

Nosso capítulo de Salt Lake City escolheu a exploração desse mês sobre a Natureza e David Habben ilustrou o tema, que é apresentado globalmente pelo WordPress.com

Nesse mês de Abril, nosso tema é “Propósito”, e nós continuaremos seguindo o nosso de criar conexões na nossa comunidade criativa, ainda num ambiente online nesse mês =) E para esse encontro maravilhoso que teremos (através do Zoom =D ) no dia 17 de abril, temos também uma palestrante mais do que especial:

SHEYLLI CALEFFI

Como compartilhar idéias e conhecimento? Por que lembramos de algo depois de anos e esquecemos tantas outras coisas? Essas perguntas me interessam!
Sou treinadora de comunicação e impulsiono muita gente a subir no palco e enfrentar as câmeras. Pra vender produtos, idéias, compartilhar saberes. Hoje faço vídeos autorais pra internet e sou host do podcast Baseado em Fatos Surreais onde compartilhamos histórias de vida.

Em educação corporativa, crio e facilito workshops em parceria com empresas de inovação e educação, contribuindo para que sejamos mais eficientes nos desafios da comunicação - seja com grandes audiências ou com pequenas equipes. “Ao vivo” é minha especialidade: eventos, lives, convenções, palestras, coletivas de imprensa, lançamento de produto e todo tipo de apresentações. São mais de 400 eventos corporativos nos últimos 10 anos, atuando como Diretora Artística, Roteirista e Designer de Experiências.

Como voluntária, criei e coordeno o grupo de apoio à pessoas que sofreram violência sexual “As incríveis Mulheres que vão morrer duas vezes”. Também sou professora no curso de sexualidade positiva para profissionais de saúde da Casa Prazerela.

Gosto muito de educação. Sou atriz e diretora teatral de formação. Ministrei disciplinas de interpretação, improvisação e direção na Faculdade de Artes do Paraná, na Escola Superior Sul-americana de Cinema e TV do Paraná e em cursos livres no Brasil e Espanha. Dirigi 8 espetáculos teatrais, atuei em 30 e produzi grandes festivais de teatro, música e dança - e alguns filmes. Atuei como gerente de inovação e coordenadora de treinamento para transformar cursos presenciais em online na Eduk Brasil e México, fui assistente de direção e atriz no Iesde (Inteligência educacional e sistemas de ensino) e também fui diretora de conteúdo do site Ana Maria Braga, criando e produzindo cursos, matérias, vídeos e livros.

Eu me interesso mesmo em transformar em realidade o que antes era sonho e imaginação.

Conheça mais sobre a Sheylli:

Fizemos uma breve entrevista com a nossa palestrante do mês para podermos apresentá-la um pouco melhor para nossa comunidade - confira abaixo as respostas!

Quem você é?

Uma força da natureza.

Do que você mais gosta em São Paulo?

As pessoas. Aqui todo mundo se ajuda porque não tem outra alternativa. Dá pra perceber isso muito facilmente no metrô lotado ou no trânsito: ou vamos todos juntos ou não flui!

O que te move? Quais são as ideias ou ações que trazem significado para os seus dias?

A ira e a criatividade. A ira de ver coisas no mundo das quais eu discordo e a certeza que o teatro me deu de saber que tudo pode ser construído: um cenário, uma pessoa, um mundo. Nós temos uma capacidade grandiosa de criar qualquer coisa a partir da nossa imaginação.


Você também pode conhecer mais sobre a Sheylli em seu perfil no Instagram ou em sua página no Facebook. Te esperamos em nosso evento desse mês, em formato virtual, no dia 17 de abril, às 8h30 da manhã. Fique de olho para garantir seu lugar quando abrirem as inscrições na segunda-feira, dia 13 de abril, às 11h da manhã. Nos vemos lá!

more